2015 – Resenha #vinteecinco – Eu Estive Aqui

EU_ESTIVE_AQUI_1431456211449835SK1431456211BTítulo Original: I Was Here
Autor: Gayle Forman
ISBN: 9788580414233
Editora: Arqueiro
Ano: 2015
Páginas: 240
av 5

Sinopse
Quando sua melhor amiga, Meg, toma um frasco de veneno sozinha num quarto de motel, Cody fica chocada e arrasada. Ela e Meg compartilhavam tudo… Como podia não ter previsto aquilo, como não percebera nenhum sinal?
A pedido dos pais de Meg, Cody viaja a Tacoma, onde a amiga fazia faculdade, para reunir seus pertences. Lá, acaba descobrindo muitas coisas que Meg não havia lhe contado. Conhece seus colegas de quarto, o tipo de pessoa com quem Cody nunca teria esbarrado em sua cidadezinha no fim do mundo. E conhece Ben McCallister, o guitarrista zombeteiro que se envolveu com Meg e tem os próprios segredos.
Porém, sua maior descoberta ocorre quando recebe dos pais de Meg o notebook da melhor amiga. Vasculhando o computador, Cody dá de cara com um arquivo criptografado, impossível de abrir. Até que um colega nerd consegue desbloqueá-lo… e de repente tudo o que ela pensou que sabia sobre a morte de Meg é posto em dúvida.
Eu estive aqui é Gayle Forman em sua melhor forma, uma história tensa, comovente e redentora que mostra que é possível seguir em frente mesmo diante de uma perda indescritível.

Arqueiro_parceria

Após um e-mail programado de sua amiga se despedindo, Cody perde o chão. Não consegue acreditar em como sua melhor amiga pode ter feito o que fez. Mas quando vai à república de Meg recolher suas coisas a pedido de seus pais, ela começa a ter algumas desconfianças sobre a sua morte. Desde colegas de quarto desconhecidos e nunca mencionados, até o arquivo criptografado que ela precisa da ajuda de Harry para descobrir o que há. Nessas descobertas, Cody conhece Ben McCallister, que a princípio acha ser um grande babaca e um dos motivos da decisão de Meg.

– Meg era minha melhor amiga e eu achei que nós fossemos tudo uma para a outra. Achei que contássemos tudo uma para outra. Mas, no fim das contas, eu não a conhecia nem um pouco. (Pág. 49)

É difícil contar mais sobre o enredo, sem contar alguns pontos que são chaves na história. O que posso dizer é que é um livro instigante, e te prende cada vez mais conforme Cody vai descobrindo as coisas.

Narrado em primeira pessoa por Cody, a autora nos entrega a um mundo de mistérios e descobertas chocantes. Podemos perceber a personalidade forte das personagens e como Cody admirava Meg, o que chega ser um tanto irritante em alguns momentos.

É muito interessante como a autora vai revelando os fatos com cautela, tudo num momento específico, nos deixando morrendo de curiosidade para saber o que vai acontecer.

Embora a autora tenha pesquisado muito para escrever o livro, não acredito que seja indicado para todos. Revela aspectos de suicídios muito peculiares que não acho adequado para o conhecimento de todos, principalmente por conter detalhes minuciosos sobre o processo em alguns momentos. Mas isso é só a minha opinião.

Enfim, é um livro que vale muito a pena ser lido. Eu gostei bastante, principalmente por abordar um tema tão polêmico e mostrar as mais variadas visão sobre. E é isso…

Um beijo, um queijo e até a próxima 😉

Assinatura-3

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s