2015 – Resenha #onze – Ligeiramente Casados

LIGEIRAMENTE_CASADOS_1409953442BTítulo original: Slightly Married
Autor: Mary Balogh
Editora: Arqueiro
ISBN: 9788580413212
Ano: 2014
Páginas: 288
av 5

Sinopse
À beira da morte, o capitão Percival Morris fez um último pedido a seu oficial superior: que ele levasse a notícia de seu falecimento a sua irmã e que a protegesse “Custe o que custar!”. Quando o honrado coronel lorde Aidan Bedwyn chega ao Solar Ringwood para cumprir sua promessa, encontra uma propriedade próspera, administrada por Eve, uma jovem generosa e independente que não quer a proteção de homem nenhum.
Porém Aidan descobre que, por causa da morte prematura do irmão, Eve perderá sua fortuna e será despejada, junto com todas as pessoas que dependem dela… a menos que cumpra uma condição deixada no testamento do pai: casar-se antes do primeiro aniversário da morte dele o que acontecerá em quatro dias.
Fiel à sua promessa, o lorde propõe um casamento de conveniência para que a jovem mantenha sua herança. Após a cerimônia, ela poderá voltar para sua vida no campo e ele, para sua carreira militar.
Só que o duque de Bewcastle, irmão mais velho do coronel, descobre que Aidan se casou e exige que a nova Bedwyn seja devidamente apresentada à rainha. Então os poucos dias em que ficariam juntos se transformam em semanas, até que eles começam a imaginar como seria não estarem apenas ligeiramente casados…
Neste primeiro livro da série Os Bedwyns, Mary Balogh nos apresenta à família que conhece o luxo e o poder tão bem quanto a paixão e a ousadia. São três irmãos e três irmãs que, em busca do amor, beiram o escândalo e seduzem a cada página.

Antes de dizer qualquer coisa, quero deixar muito claro o quanto estou encantada com essa série. Com toda certeza um romance de época que me fez suspirar e ter certeza de que devia ter nascido naquela época rsrsrs Como fazia um certo tempo que não lia esse gênero, fiquei com um pé atrás, mas logo me joguei por completo nessa obra maravilhosa.

Bom, tudo começa quando o capitão Percy Morris morre durante a guerra, fazendo seu último pedido ao seu superior coronel lorde Aidan Bedwyn, que tinha uma dívida a ser paga quando o capitão Morris salvou sua vida. Morris implorou ao coronel que ele mesmo daria a notícia da sua morte a sua querida irmã e a protegeria, custe o que custar.

Ligeiramente Casados1Após dar a notícia à Srta. Eve Morris, o coronel decide ficar alguns dias na cidade até que seu ordenança recuperasse de um resfriado, e é então que descobre que se a Srta. Morris não se casar até o aniversário da morte de seu pai perderia a propriedade, ficando a mercê de seu primo egocêntrico.

Então o coronel Bedwyn toma uma decisão muito importante, propondo a Eve um casamento de conveniência, onde o capitão partiria da cidade no dia seguinte e ela não precisaria vê-lo nunca mais. Entretanto, o duque de Bewcastle, irmão de Aidan, insiste que a mais nova integrante da família seja apresentada formalmente a Rainha.

Ligeiramente Casados2Conforme os dias se passam eles vão se envolvendo e tendo relações que um casamento de conveniência não comporta, maaaaas eles estão casados e deveriam agir como tal durante esses dias, de acordo com Aidan. Eve concorda, e assim eles começam a se envolver de um modo diferente.

A forma como os dois vão se apaixonando é tão encantadora que é difícil explicar. Eles vão se conhecendo e se afeiçoando gradativamente, claro que com uma ordem um tanto estranha de começar um relacionamento, mas mesmo assim é fofo e você percebe como esse carinho vai crescendo entre eles.

Eve é teimosa e cheia de atitude, totalmente fora do estilo de mocinha da época e Aidan, um homem sem muitos sorrisos e simpatia, que a conquista mesmo não sendo o estilo de mocinho-herói esperado. Parece um tanto clichê ao ser contado assim, pelo contrário, me surpreendi e me encantei em vários momentos.

Enfim, recomendo essa obra graciosa, rica em detalhes, a todos apaixonados por romances.

Um beijo, um queijo e até a próxima meus queridos

Assinatura-3

Anúncios

19 comentários sobre “2015 – Resenha #onze – Ligeiramente Casados

  1. Oi, Thaysa! Já li esse livro e também adorei ❤ Descobri há pouco tempo que amo romances históricos e agora quero devorar todos que já foram publicados aqui no Brasil haha Por sorte, o segundo livro dessa série já saiu. Enfim, o casal é realmente encantador. Assim como você, também achei um ponto forte a maneira como o romance vai se desenvolvendo aos poucos, de maneira plausível. Também gostei muito da personalidade dos personagens. Principalmente de Aidan, que tinha um senso de dever e comprometimento muito fortes. Tomara que os outros livros da série nos surpreendam como esse fez =) Beijos!!

    Curtir

  2. Pingback: 2015 – Coisas de Abril | Proseando com uma Bibliophile

  3. Pingback: 2015 – Resenha #treze – Ligeiramente Maliciosos | Proseando com uma Bibliophile

  4. Pingback: Ação Literária de Maio – Mães | Proseando com uma Bibliophile

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s